Os melhores alimentos para as Funções Cerebrais, a Saúde e a Memória!

Não há como negar que à medida que envelhecemos cronologicamente, os nossos corpos também envelhecem. Entretanto, algumas pesquisas mostram que você pode aumentar suas chances de manter um cérebro saudável durante todo o processo de envelhecimento se adicionar estes super alimentos a uma dieta diária. Alimente-se de forma mais inteligente para um cérebro mais saudável.

Os estudos realizados pretendiam encontrar evidências de que o uso de determinados alimentos poderia retardar o envelhecimento e, de que as funções cerebrais pudessem ser mantidas em perfeita ordem de funcionamento. Os cientistas fizeram várias combinações e classificaram isoladamente alguns alimentos que consideram os melhores para as funções cerebrais, a saúde em geral e a memória.

melhores alimentos para a Memória

Salmão

Os peixes foram usados e aplicados em vários estágios das análises. Os resultados apontam e confirmam que o pescado é rico em ômega 3, óleos graxos essenciais para as funções do cérebro. O salmão isoladamente foi o escolhido por suprir as quantidades ideais. O ômega 3 contém também substâncias anti-inflamatórias.

Outros peixes que fornecem os mesmos benefícios são as sardinhas, atum e outros tipos de peixe. A dosagem recomendada é de 200 gramas, duas a três vezes por semana nas refeições.

Castanhas e sementes

Estas são uma excelente fonte de Vitamina E. Os altos níveis desta vitamina correspondem a menores declínios cognitivos à medida que envelhecemos. Consuma castanhas e sementes sem sal.

Acrescente às suas refeições uma porção de 40 gramas de nozes, avelãs, castanha do Pará, amêndoas, castanha de caju, amendoins, sementes de girassol, sementes de gergelim, semente de linho e algumas pastas de castanhas não hidrogenadas, como amendoins, amêndoas e tahine. Não importa se estiverem cruas ou torradas, o ideal é o consumo sem a adição de sódio.

Abacate.

Os abacates são excelentes para o cérebro. É uma fruta com alto teor de gordura monossaturada que contribui para um fluxo sanguíneo saudável. Os abacates também são ideais para reduzir a pressão arterial, pois a hipertensão é um fator de risco no declínio das habilidades cognitivas. Os abacates são ricos em calorias, portanto as porções sugeridas não passam de um quarto ou metade da fruta em uma refeição diária ou como guarnição em saladas e frutos do mar, como camarões, por exemplo.

Grãos integrais.

Os grãos integrais como a aveia, pães com grãos e arroz integral podem reduzir o risco de problemas cardiovasculares. Cada órgão do organismo humano é dependente do fluxo sanguíneo. Se estes alimentos promovem reparos cardiovasculares, obviamente estão estabelecendo fluxos sanguíneos saudáveis a todo o sistema, incluindo o cérebro. Os grãos são ricos em fibras, vitamina E e ômega 3. Consuma uma fatia diária de pão integral, duas a três vezes por dia, ou 2 colheres de mesa de grãos diariamente.

Feijão ou feijões.

Como todo bom Brasileiro, o reconhecimento do feijão é um avanço na ciência da alimentação comprovando que o seu consumo pode estabilizar os níveis de glicose, ou seja, o açúcar no sangue. A saúde cerebral depende da glicose como combustível para suas atividades e, como não consegue armazenar glicose, depende de um fluxo constante de energia que pode ser suprido pelos feijões. Qualquer tipo de feijão é ideal, mas especialmente as lentilhas e o feijão preto, com recomendação de meia caneca por dia nas refeições.

Chocolate escuro ou amargo.

Vamos finalizar esta parte das recomendações com algo muito bom! Os chocolates mais escuros ou os amargos possuem poderosos antioxidantes, vários tipos de estimulantes naturais, incluindo a cafeína que melhora o foco e a concentração e estimula a produção de endorfinas que ajuda a melhorar o humor. O consumo recomendado é de 20 a 40 gramas por dia, suficientes para fornecer todos os benefícios necessários do organismo e das funções cerebrais. Este é o tipo de alimento que o “consumo maior não é melhor”. Recomenda-se moderação!

Viva mais e saudável alimentando-se para um cérebro mais ativo.

Comentários